Av. Senador Salgado Filho, 2860 - Lagoa Nova - Natal-RN (84) 3204-6256 nagirn@fiern.org.br

Segunda, 09 Julho 2018 19:06 Escrito por 
Foi lançado no dia 3 de junho, em Brasília-DF, o SE - SESI SENAI Para o Futuro. Durante a cerimônia que aconteceu no CICB (Centro Internacional de Convenções do Brasil), o presidente da Fiems, Sérgio Longen, disse que a indústria brasileira está pronta para entrar na era 4.0. Para o diretor-regional do Senai em Mato Grosso do Sul, Rodolpho Mangialardo, o novo complexo vai aprimorar as ações que já são realizadas pela instituição. “Vamos mergulhar ainda mais na questão da inovação, acompanhando a Indústria 4.0, com novas metodologias de educação”, destacou o diretor.

Superintendente do Sesi de Mato Grosso do Sul, Bergson Amarilla afirmou que o complexo é mais um passo rumo à inovação. “Vamos reunir a expertise do Sesi e Senai para elevar o patamar de competitividade da indústria brasileira, e vem no momento em que se faz necessário sermos proativos, porque temos que ser, sim, a alavanca para que a indústria brasileira seja mais moderna”, pontuou. Para esse projeto, a estimativa é que sejam investidos R$ 500 milhões.

O complexo voltado à inovação será construído em Brasília. As edificações começam a ser construídas no início de 2019 na capital federal e devem ficar prontas em 2021. De acordo com o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, com a construção do complexo, o objetivo é fazer de Brasília a capital da inovação do Brasil. “O complexo vai atuar em eixos que abrangem a busca por inovação, o diálogo com os empresários industriais, a qualificação dos funcionários do Sistema Indústria e interação com a sociedade”, comentou.

O projeto “SE - SESI SENAI Para o Futuro”, complexo voltado à inovação que será construído em Brasília (DF), foi apresentado durante o Encontro Nacional da Indústria (Enai) e a estimativa é que sejam investidos R$ 500 milhões. As edificações começam a ser construídas no início de 2019 na capital federal e devem ficar prontas em 2021. As instalações ocuparão uma área de 85 mil m² no bairro planejado de Alphaville, na Capital Federal.

O projeto prevê vários ambientes, como um Museu de Arte, Ciência e Tecnologia da Indústria, que será aberto ao público; um centro de convenções, a Universidade Corporativa do Sistema Indústria (Unindústria), a sede da coordenação da rede dos Institutos de Inovação do SENAI e dos Centros de Inovação do SESI, além de um ambiente para desenvolvimento de novas tecnologias educacionais.

O espaço tem como objetivo a aproximação da indústria com a sociedade. Para isso, formadores de opinião serão convidados a debater temas de interesse estratégico para o país de modo a contribuir para a formação de políticas públicas eficientes. O Museu de Experimentar a Arte, a Ciência e a Tecnologia da Indústria e o centro de convenções também vão contribuir para aproximar os temas da indústria com a sociedade.