Av. Senador Salgado Filho, 2860 - Lagoa Nova - Natal-RN (84) 3204-6256 nagirn@fiern.org.br

Quarta, 15 Agosto 2018 17:07 Escrito por 
Em entrevista concedida na manhã desta quarta-feira, 15, ao telejornal Bom Dia RN da Inter TV Cabugi, o diretor de Inovação do Sistema FIERN, Djalma Barbosa Cunha Júnior, comentou as transformações que o mercado de trabalho enfrentará com os desafios da chamada quarta revolução industrial.

Durante a entrevista, o diretor destacou o estudo realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) que aponta quais profissões vão surgir em um horizonte de cinco a dez anos, especialmente diante da 4ª revolução industrial, também chamada de Indústria 4.0. “A gente precisa desenvolver trabalhos, na base da educação brasileira, para que as pessoas sejam preparadas para esse mundo virtual”, afirmou Djalma Barbosa.

O levantamento do SENAI aponta as profissões, de nível médio e superior, que devem ganhar relevância e se transformar nos segmentos automotivo; alimentos e bebidas; máquinas e ferramentas; petróleo e gás; têxtil e vestuário; química e petroquímica; tecnologias da informação e comunicação, e construção civil. Essas áreas estão entre as que mais devem ter seus processos transformados e que apostam na dominância das tecnologias digitais para a competitividade dos seus negócios na próxima década.

Para o diretor, estudos como o desenvolvido pelo SENAI Nacional orientam a sociedade para a integração entre educação e tecnologia. “As escolas precisam estar imbuídas de um propósito, de criar um ambiente inovador, de criar um competência nos alunos onde eles possam desenvolver habilidades e consequentemente fazer um trabalho ligado ao empreendedorismo e inovação”, disse.